quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

NFL - Divisional Round

Pats@Broncos & Ravens@Texans (AFC) Packers@Giants & 49ers@Saints (NFC)
Palpites: Patriots (AFC) Ravens (AFC) Packers (NFC) Saints (NFC)

1 New England Patriots x 4 Denver Broncos

Os Patriots estreiam na pós-temporada contra o azarão Denver Broncos. Tom Brady e companhia preparavam-se para o duelo contra os Steelers, mas Tim Tebow operou mais um milagre e leva sua fraquia às semifinais da AFC. O maridão da Gisele Bundchen lidera um grande ataque, com várias alternativas. Especialemente se destacando os Tight Ends Rob Gronkowski(1327 jardas e 17 TDs) e Aaron Hernandez (910 jardas e 7 Tds) em excelente fase e o Wide Receiver Wes Welker (122 passes recebidos e 1569 jardas corridas). Por outro lado, a defesa dos Patriots é ruim e cede jardas à vontade. Brady é um dos melhores QBs da história e fará pontos; Tebow terá de aproveitar a defesa fraca para pontuar, assim como fez contra a excelente defesa dos Steelers.

Brady, sr. Bundchen
Mais um milagre de Tebow?

2 Baltimore Ravens x 3 Houston Texans

Acredito que a defesa e a experiência dos Ravens sejam fundamentais encurralar os Texans no M&T Bank Stadium, em Baltimore. Os texanos foram bem contra o Cincinnati no WildCard, deslanchando com bom jogo terrestre com Arian Foster, atuação forte da defesa (interceptação pra TD com JJ Watt) e pouca pressão sobre o calouro QB, TJ Yates; três ações necessárias para tentar a vitória fora de casa. Joe Flacco , QB dos Ravens, não me agrada muito na liderança da equipe, então o jogo corrido prevalecerá, sobretudo com Ray Rice e a defesa de Terrell Sugges e Bernard Pollard seguram para os Ravens.

Ravens chegam à final da AFC
Texans são azarões
1 Green Bay Packers x 4 New York Giants

Eli Manning é ótimo quarterback e tem um forte ataque de Brandon Jacobs, Ahmad Bradshaw, Hakeem Nicks e Victor Cruz como alvos principais. O jogo corrido, ruim na temporada regular, foi positivo contra os Falcons e o jogo aéreo tem Salsa em excelente fase. A defesa de Jason Pierre-Paul, faminto por sacks, pressionará Aaron Rodgers para não permitir muitos first downs para os Packers. O Green Bay tem além da equipe fortíssima, uma torcida cabeça de queijo em Wisconsin muito apaixonada. Os Packers perderam a invencibilidade e isso foi importante - a responsabilidade de mantê-la nos playoffs é desnecessária. A melhor equipe da temporada tem o provável MVP Aaron Rodgers em grande fase, nem dando espaço para a sombra de Bret Favre. Fora ele, é o equilíbrio dos setores que dá a força aos Packers. No ataque, os WR Greg Jenning, Jordy Nelson, TE Jermichael Finley, o RB James Starks, o Fullback John Kuhn. Na defesa, o monstro Clay Matthews, o trator B.J. Raji e o cornerback Charles Woodson. Ou seja, bons nomes em todas as posições mais um QB (rating 122,5) quase ideal é um passo e meio para o sucesso. Packers são favoritos para chegar às finais de conferência.

Rodgers e uma torcida apaixonada
A faminta defesa dos Giants

2 San Francisco 49ers x 3 New Orleans Saints

Uma defesa sólida contra um ataque lendário.O sistema defensivo dos 49ers permite poucos pontos e conta com 4 probowlers na defesa: Justin Smith, Patrick Willis, Carlos Rogers e Dashon Goldson. O bom novato Aldon Smithm com 14 sacks. No ataque, desconfio de Alex Smith para pontuar no ataque aéreo. Já os Saints deram a prova perante o Detroit (45 pontos e 616 jardas) do seu ataque poderoso, que não vacila na End Zone e que alterna bem ataques terrestres e aéreos. Drew Brees terá novamente muitos alvos e opções: Darren Sproles e Pierre Thomas no chão além de Lance Moore, Marques Colston e o excepcional TE Jimmy Graham. Também uma linha ofensiva que protege Breeze Boy com muita qualidade.

Smith precisa combater Breeze Boy
Graham, TE sensação e Drew Brees

Nenhum comentário:

Postar um comentário