quarta-feira, 25 de julho de 2012

Convincente, Juventus conquista terceira vitória e segue 100%

25/07. Com duas vitórias em dois jogos, começava a sequência de três partidas seguidas na Javari. Empolgado com os resultados, o Moleque recebia o São José nesta quarta-feira à tarde com a obrigação de fazer a lição de casa. E tudo saiu como planejado. Com consistência defensiva, um meio-campo pegador e um ataque forte, não só o placar foi construído como também a torcida saiu satisfeita do Templo: triunfo convincente que ficou barato para os visitantes: 2 a 0. Vamos, na sequência, destrinchar a tática do jogo, uma cortesia da cada vez mais inspirada trupe.

Sem inventar, Ferreira apresentou um 4-4-2 simples e eficiente. Giulliano no gol e uma linha de defesa com Maurício, Casoni, Fubá e Pavone; no meio, um losango formado por Eduardo centralizado, Saulo, em seu retorno, pela direita e Léo pela esquerda, fechando com Élvis na armação; na frente, a mesma dupla de Osasco, Tatá e Raikard. Apesar do começo irregular na criação de jogadas, a marcação cedo se mostrou firme; muito bem encaixada, sem permitir nenhum espaço, o gol grená não sofria perigo. Deste sistema defensivo, Casoni tornou-se o grande destaque na primeira etapa, cortando todas as jogadas que passavam em sua direção. Já no ataque, destaque para a atuação do garoto Raikard, hoje mais confiante e um excelente pivô; Tatá era a velocidade e Élvis, o cérebro. No entanto, foi numa bola parada que o Moleque abriu o placar; em falta no lado direito da área, Saulo coroou sua volta com um golaço de falta. 1 a 0 e tranquilidade. Apesar de seguir melhor que o adversário, poucas chances de ampliar o placar no restante da etapa, também marcada por seguidos erros de passe, inclusive do camisa 10, Élvis.

A segunda etapa prometia um time fechado e esperando um contra-ataque para matar o jogo. O São José foi pra cima buscando o empate e a solidez defensiva diminuiu. Numa saída para cobrir Maurício, Casoni se contundiu e saiu para entrada de Diguinho; fato este que causou uma pane momentânea na equipe, que se viu por uns cinco minutos encurralada dentro da área de Giulliano, responsável por duas boas defesas. Aos poucos, no entanto, o sufoco foi diminuindo, os volantes foram se achando e o placar esperava para ser ampliado. Sumido no segundo tempo, Élvis não decepcionaria; Pavone trouxe a bola pela esquerda, tocou para o maestro, que devolveu de letra para o ótimo lateral chegar à linha de fundo e deixar Tatá livre para chifrar a bola pras redes. 2 a 0 e três pontos garantidos. O gol deu confiança à equipe, que arriscava mais jogadas, tabelas e buscava outro tento. Raikard e Tatá tiveram mais algumas chances para ampliar mas o 2 a 0 não mudou. Apesar disso, pode-se ver um bom futebol da equipe grená. Vitória convincente, liderança e invencibilidade. Uma boa apresentação, digna dos aplausos após o jogo.

1 a 11:
1 .Giulliano: seguro, adquirindo confiança;
2. Maurício: tímido, mas aos poucos superando a sombra deixada por Tony;
3. Fubá: sempre firme, o bom e velho Fubá de sempre;
4. Casoni: bem por cima e por baixo, foi o nome do primeiro tempo, mas infelizmente se contundiu; (Diguinho: autor do gol de empate em Osasco, foi um rebatedor hoje);
6. Pavone: sobe pouco, mas quando vai à linha de fundo, é muito forte. Assistência para Tatá, bem também na defesa;
5. Eduardo: pecou um alguns passes errados, mas fez boas antecipações, fechando o meio-campo;
7. Saulo: forte na marcação e bom no passe, como vimos em toda A3. Fez um golaço de falta; (Diego: pouco tempo em campo);
8. Léo: o mais instável dos volantes, foi discreto, limitando-se à marcação;
10. Élvis: Inteligente demais, o maestro foi discreto, mas seus passes sempre decidem. Tabelou com Pavone no segundo gol e virou boas bolas. Precisa finalizar mais; (Romarinho: deu velocidade e energia à equipe, atuação regular);
11. Tatá: atacante forte, incomodou demais a defesa rival. Ganhou confiança com o gol e quase marcou outro;
9. Raikard: com personalidade, fez ótimo pivô no ataque. Muito bem na partida, merecia o dele.


O Juventus volta a campo neste sábado, 15 horas, contra o Palmeiras B. Vamos à Javari! #ForzaJuve e saudações juventinas!


Fotos de Ale Viana, em http://juventusmooca.blogspot.com.br/2012/07/25-jul-2012-copa-federacao-paulista_25.html




2 comentários:

  1. Reinaldo Paniguel25 de julho de 2012 20:13

    Espero que em meu retorno a SP e a minha inclusão na trupe , continuemos neste ritmo . Gostei da narrativa . Parabéns e Forza Juve !!!!!

    ResponderExcluir
  2. Perfeita a descrição do segundo "goal"

    ResponderExcluir