quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O lado negro da Força

Apesar da força ser usada para o bem, existe um lado negro que, quando alcançado, preenche seu portador de ódio, agressão e maldade. Diferente do Lado luminoso da Força, seu poder vem das emoções negativas e fortes, associado com morte e destruição. O lado negro afeta não apenas a mente, mas também a aparência dos seus usuários. Quanto mais fundo o individuo avança no lado negro, mais afeta sua aparência. (Star Wars).

O encantamento que o Barcelona provoca no amante do futebol já foi mais do que dito e repetido mundo afora. Xavi, Iniesta, Messi & Cia. compõem talvez o maior time que a história já viu. Toques rápidos, posse de bola, envolvimento, até o passe final, agudo, seco, para balançar as redes adversárias. Maior algoz do Real Madrid, com quem trava duelos espetaculares e sai - ultimamente - sempre vitorioso. Diante do maior adversário brasileiro no ano passado, atropelou o time do velho rei do futebol e de seu suposto sucessor com um arrasador 4 a 0. 3 títulos espanhois consecutivos e atual campeão da UEFA Champions League. 3 dos 4 melhores jogadores do planeta segundo a última cerimônia oficial realizada, entre eles um gênio, caminhando para ser o maior entre os gênios, La Pulga Lionel. Em resumo, a Força.


A luz, no entanto, como tudo na vida - e na ficção - tem seu lado oposto. Para ser até mais nerd, a 3ª Lei de Newton (ou Princípio da Ação e Reação) explica: "para toda ação existe uma reação diretamente correspondente de mesma intensidade, mesma direção e sentido oposto". Ou seja, a perfeição não existe.

O FC Barcelona é presidido atualmente por Sandro Rossell, 47. Ex-presidente da Nike no Brasil, é amigo íntimo de Ricardo Teixeira. Ricky Tricky, como é chamado por Andrew Jennings, é alvo de várias acusações e processos não só como presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) assim como membro do COL (Comitê Organizador Local) da Copa do Mundo de 2014. Mas a velha raposa brasileira não é o interesse direto deste post, mas sim Sandrito. O espanhol tem ligações sombrias com diversas pessoas e organizações mundo afora, seja na Espanha, no Brasil ou no Catar. Sim, no Catar, pois um clube centenário como o catalão, que nunca publicou um patrocínio em sua camiseta por estatuto, passou a ostentar o inexplicável logo da ONG Qatar Foundation, pelo valor de  € 150 milhões em cinco anos. Assim, a marca da UNICEF, única já carregada no peito do manto azul-grená com pagamento do próprio Barcelona para a instituição, foi transferido para as costas do uniforme.



Rossell, por outro lado, ganhou as páginas do jornais e blogs aqui no país no final da última semana com a divulgação de notícia no "Blog do Juca", no portal UOL. A denúncia é de que o presidente do clube catalão depositou RS3,8 mi na conta da filha de Teixeira, de maduros 11 anos de idade. Evito entra em detalhes e peço que entrem em contato com a matéria do Juca, aqui. Um aspecto importante foi abordado por Lúcio de Castro, na questão referente ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) em que Teixeira pode ser indiciado. Aqui. Outra história que volta à tona é do amistoso entre Brasil e Portugal em 2008. Investigada pela Polícia Civil por suposto superfaturamento no jogo, a empresa Ailanto Marketing funcionou durante meses numa fazenda de propriedade do presidente da CBF, Ricardo Teixeira. E onde se encaixa Rossell? O espanhol era um dos sócios da empresa que pode devolver RS9 mi ao Governo do DF, a mando do MP. Matéria mais detalhada aqui.


Enfim, a luta entre Forças continuará por mais tempo no futebol. A Luz não poderá perder o brilho para o Lado Negro, que só busca o poder por si só. Assim como no universo fictício de Star Wars, a Força é uma energia onipresente, que se desloca numa linha tênue entre o maior time do mundo desfilando nos melhores gramados e as transações mais tenebrosas nos porões do mundo do futebol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário