quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

The Last of the Mohicans

Ahhhhhhh, Rua Javari. Rua Javari abarrotada de gente.

Seu cheiro de grama e história, suas cores grenás, seu povo ansiando mais uma partida de futebol!

E a estreia do ano contra os velhos rivais de colônia, a Portuguesa... e a vitória na Copa São Paulo de Juniores!

E com gol de um cara que tem nome legal: Moicano, camisa #9. E só! Não mudem isso, pelo amor de San Gennaro!



No período colonial, durante a guerra entre Inglaterra e França, o homem criado por índios Hawkeye (Daniel Day-Lewis) luta pela justiça e segue os valores moicanos. Ele se apaixona por Cora Munro (Madeleine Stowe), a filha de um oficial britânico e deve enfrentar o desacordo deste. Indicado e premiado nos EUA e Inglaterra pela trilha sonora e som. Um bom filme... mas que mostra que ele não era o último dos moicanos.




Uma partida em que o moleque travesso se valeu de uma excelente primeira etapa para bater o rival de grupo.

Um jogo desde o primeiro minuto intenso. Se não de um rigor técnico apuradíssimo, muita vontade debaixo um sol considerável. Um domínio da equipe da casa, que insistiu em criar oportunidades em bolas lançadas na área.

Taticamente, o Juventus entrou em uma espécie de 4-2-3-1. Com dois meias abertos, a responsabilidade por pensar todo o jogo ficou a cargo do camisa 10, Motta. Um tanto perdido entre os volantes, porém. Assim, a equipe abusou de bolas lançadas para os pontas e o centroavante Moicano; até que aos 33', em uma delas, o camisa #9 conseguiu estufar as redes do guarda-metas português.

Na volta do intervalo, equipes igualmente aguerridas porém num degrau abaixo de disputa física. O forte calor e as câimbras típicas tiraram um pouco do ritmo do jogo, porém não sua disputa.

O moleque seguiu com dominância, valendo-se de contra-ataques. A Portuguesa, por sua vez, tinha sérias dificuldades em penetrar no bom sistema defensivo montado pelo Juventus na partida de hoje.

Mesmo com 7' de acréscimo, a partida seguiu o mesmo fluxo dos outros 90 e vitória tranquila para abrir os trabalhos na Copinha.

A Esfiha Juventus da partida, pela votação da Web Radio Mooca, foi para Moicano, merecidamente.

Ainda merecem a lembrança: Gustavo, zagueirão #3, que apesar do fraco ataque lusitano, mostrou-se confiante e dominante no seu espaço do campo; o #18 Dener, que substitui o lesionado Moicano, e fez diversas funções na partida, de ponta a lateral-esquerdo, sempre com extrema velocidade - foi o responsável por aliviar o jogo pelos flancos nos poucos momentos de pressão adversária; por fim, o #7 Cesinha merece alguma atenção - muito esforçado e veloz, é talvez um prospecto para se analisar um pouco mais de perto.

O time volta a campo, no Templo sede do grupo, nesta sexta-feira (06/01), contra os alagoanos do Sete de Setembro, que empatou por 1 a 1 diante do Figueirense, no segundo jogo desta rodada. #ForzaJuve #SiamoJuva

Nenhum comentário:

Postar um comentário