terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Underdogs #1

Começa agora, no Bola pro Mato, a série Underdogs.

Através dela pretendemos falar um pouco sobre nomes brilhantes do futebol mundial (talvez de outros esportes, às vezes, por que não...) mas que não tiveram a repercussão que seu talento projetava. Aposentados ou em atividade, poderiam ter tido um brilho em time grande ou mais oportunidades quando jogara em um gigante.

Alguns nomes serão polêmicos, com certeza.. mas a ideia é mesmo polemizar!

Eles não virão em ordem de importância, mas sim na qual a cabeça deste editor permitir.

Para começar...

1 - Jermain Defoe



O veterano atacante inglês sempre deixou sua marca por onde passou.

Em aproximadamente 270 partidas pelo Tottenham, 90 gols. Nada mal para um atacante que nunca se firmou como titular absoluto, afinal sua posição na equipe sempre era alvo de contratações com maior efeito midiático - até Pavlyuchenko roubou espaço em certo período. Ou Adebayor.

Pela seleção inglesa, em 55 partidas foram 19 gols, nas mesmas condições que tinha na equipe londrina - reserva de Crouch, Owen, Rooney, etc.



Após deixar os Spurs, seguiu ao Canadá para o ocaso de sua carreira no Toronto FC. Entretanto, os gols feitos na MLS lhe abriram portas para mais um suspiros na Premier League, onde atualmente joga pelo Sunderland. E no pequeno inglês, permanece fazendo seus gols e permanentemente salvando-os do rebaixamento, com média próxima a 0,5 gol por jogo.

O auge de Defoe certamente foi em 2010, quando fez seu único gol em Copas do Mundo. A essa época, viveu também seu pico na carreira, pelo Tottenham.

Entretanto, certamente esses momentos ficaram abaixo do que seu potencial permitira. Atacante clutcher, frio e decisivo, poderia ter sido tranquilamente um dos alvos dos novos ricos Chelsea e City no início de suas empreitadas - ou mesmo do Arsenal, arqui-rival do Tottenham, à época de contratações de Chamack e Park pelo maior londrino.

Ainda assim, é um prazer assistir às partidas do Sunderland pela sua presença e habilidade para colocar as bolas na rede - ainda não sei como se surpreendem com isso, mas ok! #underdogs

Nenhum comentário:

Postar um comentário