sábado, 7 de janeiro de 2012

Foi só um treino, Juventus

Hoje pela manhã estive na Casa Nostra para acompanhar o primeiro jogo-treino da equipe juventina, agora dirigida por Luis Carlos Ferreira. A Javari era a mesma que deixamos ano passado; com o mesmo placar, inclusive: o marcador registrava CA Juventus 1 por visitante 0, placar da última peleja de 2011 contra o Velo Clube. Coisas de Javari...

Bom, totalmente reformulada e com muitos nomes novos, óbvio que minha expectativa não era ver um "Barcelona" com o manto grená. Diante do Paulista de Jundiaí, comandado por Sérgio Baresi, o Juventus foi presa fácil, numa derrota de 0x2 e as dificuldades para 2012 ficaram claras.

Em dois tempos de 60 minutos, nenhuma finalização a gol. Preocupante. Pouca criação objetiva. Defesa na maioria das vezes firme. Dois volantes rebatedores, pouco técnicos. Um time fisicamente mais forte em relação ao de 2011. No primeiro tempo, um ousado mas inefetivo 4-2-3-1; na segunda etapa, um 4-4-2 clássico, que proporcionou um meio-campo mais coeso mas que continuava não evoluindo com a bola.

Calma. Apesar de tudo, esses jogadores se conhecem a poucas semanas e o campeonato tem início em 20 dias. É muito tempo para o experiente treinador ajustar essas peças; ou seja, um amistoso apenas é insuficiente para críticas, que hoje não são construtivas. A precocidade do contato com um time em formação talvez foi negativa apenas para a torcida, que cria uma expectativa de insegurança em relação aos novos jogadores. Paciência e trabalho são as chaves para diretoria, comissão, atletas e torcida no momento.

*Não tenho os quadros escalados, aguardem atualizações.

Saudações grenás!






Nenhum comentário:

Postar um comentário