sábado, 4 de agosto de 2012

"Audacioso", Moleque não respeita o mercadinho. E líderes novamente!

04.08, sábado, 10 horas. Horário ingrato para atravessar a cidade e acompanhar o Moleque Travesso, depois de uma caminhada para a estação Bresser e uma baldeação até o trem na Barra Funda. Manhã quente no Nicolau Alayon, que foi o palco para a quinta vitória grená em seis jogos na Copa Paulista. Num duelo equilibrado, cujo principal nome foi do goleiro Juninho, seu companheiro de defesa Diguinho definiu o placar, 1 a 0; três pontos na conta e o CPF na nota, por favor.

Com alguns contundidos, Ferreira não teve Giulliano, Raikard, Tom nem, principalmente, Élvis. Assim, veio a campo num esquema meio camaleão, às vezes 4-4-2, às vezes 3-5-2, com Juninho, Diego, Diguinho, Fubá e Pavone (capitão); Jean, Maurício, Romarinho e Léo; Tatá e Rafael Magalhães. Com sérios problemas de cobertura pela direita, apesar de Diego fazer boa partida, executava sua função errada, vindo marcar muito em cima no meio-campo. Desse modo, Diguinho fazia sua cobertura abrindo a defesa e obrigando Maurício a recuar. Todos iam bem, mas em papéis trocados, dando muita liberdade ao Audax, sempre permitindo um jogador livre para avançar e cruzar. Por fim, a zaga rebatia bem e o perigo não chegava à meta grená. O primeiro tempo seguiu sem muitas oportunidades, destacando uma finalização de Romarinho, para defesa em dois tempos do goleiro do mercadinho.

O segundo tempo (já em melhor perspectiva no estádio) mostrou um Juventus mais agressivo mas ainda pecando nos passes. Léo, responsável hoje pela criação, errava o último passe e não dava bom ritmo ao meio - mostrando a falta que o maestro Élvis fez ao time. O Audax agredia mais e chegava ao gol de Juninho, que em sua segunda partida no gol grená mostrou capacidade com 4 ótimas defesas, algumas cara a cara, bem arrojadas. Ferreira, que parecia até satisfeito com o empate a essa altura, fez as alterações que ganharam o meio-campo e, a partir disso, o jogo. Saulo entrou na vaga do apagado Tatá e, depois, Didi no lugar de Léo. Logo o atacante mostrou poder de fogo e entrou na área para bater mascado pra fora; chance que acendeu o time a partir do 20' da segunda etapa. Não demorou para o time arriscar mais e numa tentativa de achar o batalhador Rafael na área, cavar o escanteio - no qual Saulo, na cobrança, bota na cabeça de Diguinho testar pras redes, aos 30' - 1 a 0. O time foi aos poucos dominando o jogo e abafando a pressão adversária. Finalmente, o Juventus segurou a partida e garantiu mais uma vitória, essa com o gosto de derrubar o time do mercadinho.

Bom, Ferreira vai inventando e testando formações, deixando analisadores táticos malucos. No entanto, apesar de achar menos consistente do que no losango clássico, os mais diferentes esquemas vão dando conta do recado. O destaque do dia, novamente, foi Juninho, que depois do jogo e da confiança das arquibancadas, pode permanecer como titular. Jean, garoto que fez o segundo jogo como titular, vem dando conta do recado também.



O Juventus fecha a 6ª rodada na liderança, com 15 pontos. Recebemos, na Javari, o Atlético Sorocaba - vice-líder - no próximo sábado, disputando o primeiro lugar da chave.

Os duelos pela FPF contra o próximo adversário, você encontra aqui em "Históricos", por Sérgio Agarelli: C.A. Juventus e C.A. Sorocaba, equipe que subiu para a série A1 nesta temporada, se enfrentarão no Estádio da Javari, no próximo dia 11 de agosto (sábado), às 15 horas. Este será o 9º “match” entre essas equipes, pela Copa Paulista. O Juventus venceu 4 jogos e empatou 2 vezes. Foram anotadas 2 vitórias para a equipe do Galo de Sorocaba , a qual jamais  derrotou o Juve nos domínios do Conde Crespi. Os grenás marcaram 10 vezes e sofreram 7 gols. O primeiro confronto ocorreu na edição de 2003, com vitória grená por 1 a 0 na Javari e o mais recente, em Sorocaba, com vitória do Atlético por 2 a 1, em 2010.

Torcedor juventino, compareça à Rua Javari e apoie o Moleque Travesso, trajando a sagrada jaqueta grená!!! O Juventus merece todo nosso respeito!!! #ForzaJuve

Saudações juventinas! 

Um comentário: