domingo, 9 de fevereiro de 2014

Redes caladas

Domingo, 09 de fevereiro. Num jogo às 10 horas da matina, sob um sol de rachar manona, o Juventus recebeu a equipe do São José (ex-Joseense). E mais uma vez o time decepcionou, mostrou um futebol pobre e deixou o campo amargando o segundo tropeço nos domínios do Templo - o segundo sem balançar as redes.

O resultado favorável contra a Matonense mascarou uma escalação limitada e deficiências do sistema montado. Na manhã deste domingo, haja visto desfalques importantes como Maurício Santos e Derli, a única alteração técnica foi do brigador Dudu Mineiro no lugar de Yuri. Ou seja, foi a campo:

1. André Dias;
2. Danilo, 3. Carvalho (C), 4. Léo e 6. Fernando Rossi;
5. Ricardinho, 7. Maranhão e 10. Jhonatan;
8. Fernandinho, 11. Sassá e 9. Dudu Mineiro.

O falso 4-3-3 desde o inicio foi impotente, sobretudo pela fraca atuação dos meio-campistas. Ricardinho e Maranhão não davam segurança defensiva tampouco saída de bola, ao passo que Jhonatan mal conseguia armar a equipe. O único lance de perigo na primeira etapa foi em jogada individual de Fernandinho, um dos que mais se esforçaram no jogo, em gol anulado pela arbitragem.

Defensivamente, o lado direito foi horrível nos primeiros 45'. Danilo Paixão deixou um corredor para todas as jogadas do São José e mostrou-se fraco na marcação. Tanto que em pouco mais de meia hora de jogo foi sacado, iminente era o erro fatal. O São José costurava boas jogadas, sempre em lances de um-dois com seus quatro homens mais avançados.

O que sustentou o 0 a 0 foi a boa partida de Maurício Carvalho e a impecável participação de Léo Fioravanti, de longe melhor em campo.

Já o segundo tempo trouxe um Juventus mais agressivo, mas cujo poder de fogo caiu exponencialmente em pouco mais de 20'. Nem a entrada do meia Willian melhorou o panorama, com participação abaixo da média.

E, na hora de arriscar e expor o time para buscar a vitória, Serginho foi conservador - leia-se covarde - e sacou Dudu Mineiro para entrada de Renato Sorriso. A substituição correta seria Renato em lugar dos apagados Jhonatan ou Sassá, liberando o predestinado atacante para encostar na referência de Dudu e buscar uma tabela eficiente. Nada disso.

Porém, tamanha é a diferença técnica de Renato para os demais concorrentes de ataque, que quase saiu o gol - por uma fração de segundo o zagueiro chegou antes e tirou a bola da cabeça do centroavante.

0 a 0 refletiu a postura equivocada de Serginho, desde a escalação a substituições. E mesmo não tendo visto os dois jogos anteriores, é questionável a formação de elenco: Paulo Henrique e Castori jogariam facilmente nesta formação. Mas por que não jogam?

O segundo duelo na Javari, o segundo sem balançar as redes. Sinal, no minimo, amarelo.

De bom hoje fica a regular zaga juventina, com destaque para Léo. Aos 21 anos e por volta de 2 no clube, demonstra maturidade para assumir o posto com confiança. Ao lado de Carvalho, formam uma dupla sólida para o percorrer da competição.

O Juventus volta a jogar, pela 4ª rodada:
Contra? Independente de Limeira.
Quando? Quarta, dia 12, às 20h.
Onde? Limeira.

Ouça mais na próxima terça, 20h, no Programa Atrás do Gol! #ForzaJuve

Saudações juventinas!

Um comentário:

  1. O TIME DA COPA PAULISTA TINHA UM MEIO CAMPO BASTANTE SUPERIOR A ESTE, O QUE FAZIA TODA A DIFERENÇA.

    CONTÁVAMOS COM OS PRATAS DA CASA ROMARINHO E PAULO HENRIQUE (AMBOS ATUALMENTE ESCANTEADOS), ARTHURZINHO, CASTORI E DERLI. ESSE ÚLTIMO, MUITO BOM JOGADOR, É O ÚNICO REMANESCENTE. E, CONTUNDIDO, FEZ FALTA PRA CARAMBA ONTEM.

    AS LATERAIS ATUAIS TAMBÉM ESTÃO COM DESEMPENHO BAIXO, MAS TENHO ESPERANÇA EM UMA MELHORA, PRINCIPALMENTE DO FERNANDO ROSSI, QUE JÁ APRESENTOU UM BOM FUTEBOL NA JAVARI EM PASSADO RECENTE.

    DE NOVIDADE BOA, NO PRESENTE TIME, SÓ O ATACANTE DUDU - RAÇUDO E ATUANTE.

    O JUVENTUS NÃO FOI BEM DOMINGO E NÃO PERDEU PARA O ORGANIZADO JOSEENSE MUITO PELA ÓTIMA ATUAÇÃO DO GOLEIRO ANDRÉ DIAS.

    A ZAGA, APESAR DE ERROS PONTUAIS, CONTINUA BEM E O LÉO FEZ MUITO BOM JOGO.

    VAMOS ESPERAR AS PRÓXIMAS PARTIDAS E TORCER (MUITO) PARA QUE O TIME SE ACERTE E MOSTRE UM FUTEBOL MELHOR E QUE AS VITÓRIAS VENHAM.

    OTAVIO LIBERDADE


    ResponderExcluir