sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Bola pro mato!

Mais de três anos registrando cada jogo desse Moleque Travesso. Outros inúmeros causos inventados de uma mente cartesiana, fugindo ao seu estilo. Histórias que foram registradas de acessos, rebaixamentos, risos, choros. O mais batido sangue, suor e lágrimas no concreto da Javari. E de letras corridas a vozes em ondas de rádio, frequência absolutamente impensada.

Mas o sábio diz que quando as palavras não são tão dignas quanto o silêncio, é melhor calar e esperar. Pois bem, creio que seja o tempo certo.

A chama de resistência ainda arde! Ainda dói, porque queima profundamente a pele coberta de cicatrizes.

O menino segue buscando o horizonte, pela sonhada utopia. Inocente... por mais que caminhe, jamais a alcançará. Correto?

Ou não?

Voltaremos na A3. Em todos os sentidos.

Pela Equipe Bola pro Mato, até 2015.

Abraços!

#ForzaJuve

2 comentários:

  1. apoiado e foi isso que esse timeco do tal de Rodrigo mutreta conseguiu fazer....destruiu o animo dos juventinos.

    ResponderExcluir