sábado, 6 de fevereiro de 2016

SUPER BOWL 50

Ahhhh, é carnaval!

Tem bloquinhos, desfiles ou até netflix aos mais sossegados.
Mas tem outra coisa: SUPER BOWL 50!

Simplesmente o principal evento do esporte norte-americano chega em uma final inédita, de estrelas e momentos opostos.

Por um lado, a melhor equipe da temporada, o Carolina Panthers.

Com apenas uma derrota na temporada regular, na leitura deste que vos escreve é o favorito.

No ataque, multidisciplinaridade. Primeiramente, Cam Newton. São 45 TDs, 3837 jardas passadas e 636 jardas corridas. Um absurdo. O jogo terrestre tem, além de Cam, Stewart em boa fase, quebrando tackles e aproveitando uma linha ofensiva em ótima fase. O jogo aéreo, por sua vez, tem também os méritos absurdos de Cam, mas se aproveita de Greg Olsen e sobretudo Ted Ginn Jr, WR que não se firmou em 2014 na equipe e retornou para ser um alvo seguro para o QB#1.

Na defesa, pressão da primeira linha, desvios e interceptações da segunda e muita velocidade na terceira. No entanto, um nome resume essa equipe: Luke Kuechly. Desde 2012 nos Panthers, seu talento chega ao auge na temporada (quase) perfeita do time. Colecionando desde sempre prêmios defensivos, a cada jogo reescreve sua história: contra os Cardinals há duas semanas, foram 2 pick-six. Só isso.

Do outro lado, enfim, Denver Broncos.

Será a última temporada de Peyton Manning? Nitidamente, sua mecânica não é mais a mesma, seu braço perdeu força. Os alvos também não ajudaram, muitos drops. Mesmo assim, o ataque buscou consistência (independente do período sob comando de Osweiler e da posição de 19º ataque) para seguir firme até este jogo.

E posto o acima, a defesa pode ser considerada responsável pela chegada ao Super Bowl. E que defesa. Von Miller, DeMarcus Ware, Chris Harris Jr. e Aqib Talib resumem o esquadrão defensivo que carregou o time e parou absolutamente Tom Brady nas finais da AFC. É a chave-mestra que pode não apenas ser responsável por hoje, mas por ter a possibilidade de levantar o troféu.

É difícil pensar que só teremos jogo em setembro.
Mas mal podemos esperar por este jogo.
Vem Super Bowl 50!
Vem Coldplay, vem Beyonce!

Panthers 24 @ 16 Broncos.

Abraços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário